You are here:--Novo código visual ajuda a interpretar a dor

Novo código visual ajuda a interpretar a dor

 

O site www.dor.com.pt, destinado a doentes e profissionais de saúde, e o novo código de avaliação da dor com recurso a imagens são duas novas ferramentas da Grünenthal, apresentadas no dia 23 de setembro, no Convento do Beato.

O novo código visual da dor é um facilitador da comunicação entre médico e doente. Para além da escala numérica e da escala de faces da dor, temos agora, em complemento, mais uma forma de interpretar a dor do doente, o que irá otimizar os cuidados de saúde prestados a todos os doentes com dor crónica em Portugal. Pretende identificar as diferentes manifestações da dor do doente através de 12 imagens: ferro em brasa, formigueiro, frio gelado, beliscão no nervo, rastejar sobre a pele, facada, choque elétrico, alfinetes, espasmo agudo, dor perfurante, arame farpado e queimadura.

O site www.dor.com.pt é composto por duas áreas distintas, uma reservada a profissionais de saúde e outra com informação destinada à população em geral. Esta pretende ser uma plataforma de apoio a todos os doentes, cuidadores e restante população, na medida em que vai disponibilizar informação útil sobre a doença, desde o diagnóstico ao tratamento, e onde estará disponível, para consulta, o novo código visual da dor.

Sobre a dor em Portugal

Estudos recentes revelam que os custos com a dor crónica, em Portugal, ascendem aos 4,6 milhões de euros, o que corresponde a 2,7% do PIB nacional. Os gastos com dor, em Portugal, são superiores ao somatório dos gastos com a obesidade, diabetes, álcool e tabagismo. 37% da população adulta portuguesa sofre de dor crónica, sendo esta a segunda doença mais prevalente em Portugal, apenas ultrapassada pela hipertensão arterial.

 

 

 

 

 

By | 2018-04-10T12:07:20+01:00 Setembro 18th, 2017|Categories: NOTÍCIAS|0 Comments

About the Author:

Leave A Comment