You are here:--Editorial: A solução está na partilha

Editorial: A solução está na partilha

Foi com este lema que ontem me entregaram um prático porta-tabletas no final do primeiro dia do maior evento de e-Saúde que alguma vez se tenha realizado em Portugal. O Portugal eHealth Summit espelha bem a liderança deste país num dominio (e-Saúde) cujo verdadeiro significado é realmente este: a partilha e a colaboração. Poder dispôr de um sistema nacional para a receita médica sem papel e que estabelece um vínculo de colaboração entre médico e farmacêutico, somente é possivel com um grande trabalho de colaboração entre entidades que não há muitos anos eram antagónicas.

O esforço para colocar em marcha projetos colaborativos como este é imenso. Mas o ganho liquido para o país é muito superior e deverá ser celebrado com orgulho por todos os intervenientes. Mas os projectos eHealth não se limitam à prescrição electrónica. Ao longo deste evento estão a ser partilhadas as experiências e os casos mais inovadores em Portugal (faltando aqui talvez as regiões autónomas). Por exemplo, fiquei perplexo com aquilo que foi conseguido pelo Infarmed: um ambicioso projeto de gestão de mudança com muitos poucos precedentes na Administração Pública (AP) portuguesa. E a lição aprendida é que temos que começar por mudar a cultura organizacional e criar uma mentalidade “simplex” no seio de toda a AP.

Este evento é um esforço de relações publicas de tão grande envergadura que é um feito sem precedentes na AP portuguesa. Não tenho dúvida que ao abrir as suas portas a cerca de 190 oradores e 40 moderadores (nos quais tenho a honra de me incluir) e cerca de 8.000 participantes, vai trazer bons dividendos a curto e a médio prazo aos SPMS. Não existem muitas entidades públicas que se possam orgulhar de apresentar todos os seus produtos numa ampla área de exposição onde convidam também os seus parceiros e darem a palavra  aos comentários e até às queixas dos seus clientes e utentes. Isto, meus amigos, é de louvar. Estou seguro que este evento irá também servir para fortalecer os laços e o trabalho em equipa na própria organização dos SPMS. O esforço conjunto que torna este evento possível é de assinalar.

O sucesso da governação em Saúde em Portugal depende de uma míriade de elementos, alguns controláveis outros nem por isso, mas ter a presença de espirito para reconhecer e dar uma importância estratégica ao mais alto nível político a este dominio da e-Saúde é um acerto, pois a solução está realmente na colaboração e na partilha e quem fica a ganhar é a Saúde de todo um País que está de parabéns.

Hoje o Summit propociona esse grande momento de celebração para que todas estas equipas com este “digitões” possam festejar estes resultados. Mas se não puder estar e quizer seguir ao vivo pode visualizar aqui: http://ehealthsummit.pt/#live

 

By | 2018-04-10T12:07:22+01:00 Abril 5th, 2017|Categories: EDITORIAL|Comentários fechados em Editorial: A solução está na partilha

About the Author:

Uma Trajetória de Sucesso em Colaboração, Inovação e Empreendedorismo Social --> Formação Acadêmica e Experiência Docente: Formado em Psicologia Social e das Organizações pelo ISPA, Paulo Nunes de Abreu possui mestrado em Gestão de Informação pela Universidade de Sheffield e doutoramento em Ciências da Gestão pela Universidade de Lancaster. Entre 1996 e 2000, atuou como professor no Instituto Superior de Psicologia Aplicada e na ISEG (Escola de Economia e Gestão da Universidade de Lisboa). Experiência profissional como Consultor: Bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian, Paulo concluiu seu doutoramento em 2000. Desde então, acumulou vasta experiência como consultor, colaborando com o Governo Regional da Madeira (Direção Regional de Saúde) e participando em diversos projetos de consultoria e investigação com instituições de renome como o ISEG, INETI, Câmara Municipal de Évora, EDP, Ministério da Saúde de Portugal, Eureko BV, Observatório Europeu da Droga e PWC em Espanha. Especializações e Contribuições Relevantes: Certificado como facilitador profissional pela IAF (International Association of Facilitators), Paulo teve um papel crucial na criação das Cimeiras Ibéricas de Líderes de Saúde na Espanha e foi co-fundador do Fórum do Hospital do Futuro em Portugal. Especializado em GDSS (sistemas de apoio à decisão em grupo), projetou intervenções para otimizar processos de mudança e inovação nos setores de saúde e educação. Atuação Atual e Abordagem Profissional: Desde 2021, Paulo é cofundador da col.lab | collaboration laboratory Ltd., empresa sediada em Londres e spin-off da série de livros "Arquitetar a Colaboração", que aborda princípios, métodos e técnicas de facilitação de grupos. Sua trajetória, combinada com a experiência como residente em vários países e atualmente em Portugal, moldou uma abordagem profissional focada em colaboração, inovação e empreendedorismo social.