You are here:--Inaugurada Unidade de cuidados neonatais do Hospital Central da Beira

Inaugurada Unidade de cuidados neonatais do Hospital Central da Beira

O Hospital Central da Beira está praticamente reconstruído e, aquela que será a primeira unidade de cuidados intensivos neonatais da cidade da Beira, será inaugurada no próximo dia 5 de maio pelo Ministro da Saúde de Moçambique. A reconstrução Pós-IDAI desta nova unidade neonatal foi possível graças ao donativo do BPI e da CGD, no valor de 200 mil euros.

Em abril de 2019, após a passagem do ciclone IDAI ter atingido a zona centro de Moçambique e destruído gravemente a cidade da Beira, a Health4Moz – ONG portuguesa fundada por um grupo de médicos e professores universitários – criou em colaboração com a Ordem dos Médicos o movimento #UNIDOSPELABEIRA, com o objetivo salvar vidas e minimizar o impacto da catástrofe na saúde pública. Para além do apoio médico, em material e medicamentos que gerou um movimento de solidariedade na classe médica e na sociedade civil portuguesa, a Health4Moz assumiu reconstrução do Hospital Central da Beira, o segundo maior hospital de Moçambique.

Esta unidade hospital assiste mais de 8 milhões de habitantes de quatro províncias da zona centro do país, tendo após a passagem do ciclone IDAI, ficado praticamente inoperante. Até à data a Health4Moz, com o apoio de mecenas e da sociedade civil reconstruiu 6 dos 7 pavilhões clínicos do Hospital, estando o início da recuperação do último pavilhão, o Bloco das Enfermarias, previsto para o mês de maio. 

A Health4Moz assumiu ainda, no âmbito do Fundo de Reconstrução Pós-IDAI do Governo de Portugal, equipar a totalidade da nova Unidade de Cuidados Intensivos Neonatais – Enfermarias de Mães Canguru. Para o efeito contou o donativo de 200 mil euros, doado em partes iguais pelo BPI e pela CGD.

No Hospital Central da Beira nascem mais de 900 crianças por mês. Esta nova unidade, que foi inaugurada no dia 5 de maio, pelo Ministro da Saúde de Moçambique,  será a primeira em cuidados neonatais na cidade e permitirá assistir recém-nascidos gravemente doentes. 

Photo by Sharon McCutcheon on Unsplash

By | 2021-05-09T23:15:42+01:00 Maio 26th, 2021|Categories: Sin categoría|0 Comments

About the Author:

Leave A Comment