You are here:--FhP-AICOS lidera projeto de dois milhões para pessoas com doenças reumáticas

FhP-AICOS lidera projeto de dois milhões para pessoas com doenças reumáticas

Desenvolver uma tecnologia móvel que permite a recolha de dados, de forma holística, de pessoas com doenças reumáticas é o objetivo do COTIDIANA, um projeto de dois milhões de euros, financiado pelo programa europeu AAL, e liderado pelo centro de investigação Fraunhofer Portugal AICOS (FhP-AICOS), que arranca agora.

As doenças reumáticas são um problema que atinge uma larga fatia da população mundial, com especial incidência nos mais idosos, uma vez que estas doenças tendem a aumentar com a idade. O espaço temporal existente entre consultas dificulta o acompanhamento e a compreensão das experiências dos doentes. Neste contexto, surge o COTIDIANA, um projeto que permite a recolha de dados, através de autorrelato dos doentes (sinais, sintomas, qualidade de vida), e através de sensores e registos do smartphone que possibilitam a análise da destreza manual, marcha, o nível de atividade física, e os padrões de sociabilidade (indicadores de bem-estar e saúde mental).

A tecnologia a desenvolver no âmbito do COTIDIANA consiste numa solução móvel (smartphone) que integra uma aplicação (a utilizar pelo doente) e um portal, a aceder pelos profissionais de saúde no qual têm acesso aos dados recolhidos do paciente com doença reumática no período entre as consultas. A recolha dos dados vai contribuir para os cuidados clínicos e investigação clínica, nomeadamente dos estudos de validação da medicação.

O projeto, que arranca agora e terá uma duração de 28 meses (até julho de 2023), abrange a implementação de três pilotos, a desenvolver no próximo ano, em Portugal e na Áustria, com cerca de 130 pessoas.

Para além do FhP-AICOS, que lidera o projeto e ficará responsável pelo co-desenho com utilizadores e o desenvolvimento dos algoritmos, o COTIDIANA conta com a participação de mais cinco instituições, nomeadamente Universidade NOVA de Lisboa, Definition12 AG, Mag. Andreas Raffeiner GmbH, Medizinische Universität Wien, e Pryv SA.

By | 2021-04-16T23:28:24+01:00 Abril 21st, 2021|Categories: Sin categoría|0 Comments

About the Author:

Leave A Comment